26 de out de 2015

Diário de infância- Eu não quero ir!

Quando criança eu era muito decidida em minhas opiniões e escolhas, e foi ainda criança que decidi  seguir o Senhor Jesus. Comecei a frequentar a universal que ficava em frente a minha casa, minhas tias eram obreiras e sempre as acompanhava.

Meus pais nunca foram muito religiosos embora se considerassem católicos, meus pais não se importavam que eu frequentasse a IURD, porém naquela época a Igreja era muito perseguida, existia muito preconceito, fui criticada na escola até  por professores. Minha mãe  influenciada pelas amizades e por uma vizinha extremamente católica decidiu me colocar para fazer catecismo, ela não fez por mal, mas por acreditar ser o melhor para mim.

Eu disse, não! para espanto da minha mãe, pois, sempre fui obediente, mas aquilo ia contra minha fé. Aquela altura eu já estava decidida, tinha minhas convicções, eu estava com mais ou menos oito anos.
_Mamãe eu não vou, não quero ir!
_Vai sim! Disse ela.
_ Eu não quero fazer catecismo, sou evangélica.
_Vai nem que você não queira, já fiz sua matrícula e não vou voltar atrás.

A discursão se prolongou por alguns minuto, mas não tive escolha e fui mesmo contra minha vontade. Dias antes a mesma vizinha que era  professora de catecismo, havia me dando uma bíblia infantil ilustrada.

Muito chateada e envergonhada cheguei ao local onde acontecia as aulas de catecismo, não conseguia prestar atenção em nada; começaram a rezar e eu fiquei calada. Terminando as reza a catequista me perguntou se eu não sabia rezar e eu disse:_ Não, só sei orar. Logo em seguida lhe fiz uma pergunta:_ Porque  vocês adoram imagens se na própria Bíblia que a senhora me deu, diz que devemos adorar somente a Deus.

O silenciou tomou conta da sala e ela não respondeu minha pergunta. No dia seguinte ela procurou minha mãe e pediu que eu começasse a cursar o catecismo só no ano seguinte, pois disse que eu estava um pouco atrasada. No ano seguinte minha mãe se esqueceu, e aos poucos já respeitava minhas escolhas.Ufa! Que alívio fui expulsa do catecismo rsrs. 

Aprendi uma lição, que sempre se levantarão pessoas para tentar nos desviar  da nossa fé, mas temos que permanecer firmes, o Senhor Jesus sempre estará ao nosso lado, não há o que temer, quando somos, perseguidas, caluniadas e injustiçadas, na hora pode até ser doloroso, mas vale apena porque o próprio Deus faz questão de nos honrar.


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Acessos